CARDEAL CANADIANO APELOU EM FÁTIMA À SOLIDARIEDADE PARA COM OS REFUGIADOS

O cardeal canadiano Marc Ouellet, que presidiu à peregrinação de Agosto ao Santuário de Fátima, apelou à solidariedade para com os migrantes e refugiados. Marc Ouellet, dirigindo-se aos migrantes e refugiados, afirmou na segunda--feira, esperar que fossem testemunho "da caridade dos cristãos e dos não-cristãos", recordando a predilecção de Deus para com "os pobres, os estrangeiros, os órfãos".Durante a homilia, o cardeal canadiano vincou que se sente edificado ao testemunhar "gestos de amor e de compaixão por parte de seguidores de religiões diferentes" da católica, pedindo a todos para que consolem e reconfortem os migrantes e os refugiados."O povo dos migrantes e dos refugiados é um povo de seres humanos vulneráveis, descartados, maltratados e desprezados", tal como o foi Jesus Cristo, disse o cardeal Marc Ouellet. Durante a homilia, o cardeal canadiano recordou também as palavras do Papa Francisco, aquando da visita, a 8 de Julho, a Lampedusa, ponto de passagem para milhares de imigrantes que tentam chegar à Europa, em que o líder da Igreja Católica disse que o seu pensamento se dirigia constantemente aos que morrem no deserto, aos "abusados e violados nos campos de detenção" e aos que "desafiam as ondas dum mar impiedoso".
Diário de Aveiro


Portal d'Aveiro - www.aveiro.co.pt