“É IMPORTANTE FAZERMOS OUVIR A NOSSA VOZ”

“É cada vez mais importante que nos juntemos e façamos ouvir a nossa voz”, alertou, ontem, Carla Luís, representante da Comissão Nacional de Eleições (CNE), num debate intitulado “A Abstenção nas Eleições, o Crescimento dos Movimentos Populistas e Nacionalistas e as Ameaças à Democracia, que decorreu no Estabelecimento Prisional de Avei­ro (EPA).“Há 10 anos, na Europa, não estávamos preocupados com a democracia, mas hoje as coisas mudaram”, alertou, esforçando-se por não parecer alarmista. “Hoje, há muitas pressões para diminuir os Direitos Universais que tanto custaram a conquistar”, notou Carla Luís, para justificar o que considerou “uma urgência no exercício do voto”, desde logo “para conservar a democracia”.A democracia, segundo a representante da CNE, “é como uma flor que precisa de ser regada e cuidada activamente”. De igual forma, a democracia precisa de ser cultivada, sustentou, apontando para o próximo dia 6 de Outubro como uma oportunidade para aproveitar.
Diário de Aveiro


Portal d'Aveiro - www.aveiro.co.pt