quarta-feira, 18 de Setembro de 2019  07:24
PESQUISAR 
LÍNGUA  

Regresso às Aulas

Inovasis Prescrição eletrónica (PEM), Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT), Gestão de Clínicas RUN - Contemporany Living Spaces

Inovanet


RECEITA SUGESTÃO

Sopa de Peixe

Sopa de Peixe

Junta-se todos os ingredientes menos o peixe e põe-se a cozer com água.

Coze-se o peixe e quando estiver ...
» ver mais receitas


NOTÍCIAS

imprimir resumo
11-10-2004

Casa Dr.Breda recebe Unidade de Cuidados de Saúde


Revelação feita na inauguração do Museu da Farmácia

A Casa de Repouso Dr.António Breda e Lea Breda, em Barrô, vai ter um espaço reservado a uma Unidade de Cuidados Continuados de Saúde, ao abrigo de um protocolo que será rubricado entre a Misericórdia de Águeda e o Ministério da Saúde Até ao final deste ano, Ministério da Saúde e Santa Casa da Misericórdia de Águeda vão assinar um protocolo que passa pela atribuição de camas à instituição, para receber uma Unidade de Cuidados Continuados de Saúde. Unidade esta que irá funcionar na Casa de Repouso Dr.António Breda e Lea Breda, propriedade da Misericórdia. A revelação foi feita na inauguração do Museu da Farmácia, exposição que contém um espólio único a nível mundial e que desde a sua inauguração, saiu apenas agora de Lisboa, para estar patente na Casa de Repouso de Barrô, até ao final do mês. O anúncio de que o protocolo entre o Ministério da Saúde e a Misericórdia será rubricado até ao final do ano, foi feito por Regina Bastos, secretária de Estado da Saúde, na cerimónia inaugural, considerando ser a Casa de Repouso de Barrô, «um espaço com notável qualidade» e que se enquadra nos propósitos do governo, de alargar a rede nacional de Unidades de Cuidados Continuados de Saúde, um serviço que serve de retaguarda aos hospitais e unidades de saúde, destinados a pessoas seniores e doentes. O repto tinha sido lançado na intervenção anterior de Adolfo Roque, provedor da Misericórdia de Águeda, dando conta que esperava poder chegar a um entendimento com o Ministério da Saúde no sentido da Casa de Repouso albergar este tipo de serviço, em parte das suas instalações de elevada qualidade. O protocolo, segundo apurou o nosso jornal, envolverá a Misericórdia, o Ministério da Saúde, o Hospital e o Centro de Saúde de Águeda e, nas palavras de Regina Bastos, estas unidades «constituem uma alternativa válida» às unidades de saúde propriamente ditas. A notícia deste protocolo foi recebida com grande satisfação por parte dos responsáveis pela instituição, assim como o foi a notável exposição do Museu da Farmácia, que Adolfo Roque classificou com «fonte preciosa de informação» e como «um ponto alto» da instituição, ao conseguir albergar a referida mostra que, pela primeira vez saiu de Lisboa, e que possui um espólio único no mundo. Mostra esta que contou também com o empenho pessoal de Maria Júlio Roque, licenciada em farmácia, para que fosse possível trazer esta exposição para Barrô. A exposição permite conhecer a evolução das farmácias em Portugal e no mundo, com especial relevo para a história da farmácia no início do século XX, relacionando-a também com a vida profissional do Dr.António Breda. A mostra estará patente ao público, de segunda a sexta-feira, das 10 às 22 horas, aos sábados, entre as 14.30 e as 24 horas, e aos domingos das 14.30 às 22 horas. António Jorge Pires

ACESSO

» Webmail
» Definir como página inicial

Publicidade

TEMPO EM AVEIRO


Inovanet
INOVAgest ®